Upherb logo

Pesquisa

Manejo Integrado

Manejo integrado e a resistência de plantas daninhas aos herbicidas

 INTEGRAR PRÁTICAS DE CONTROLE É FUNDAMENTAL

Eng. –Agr., Dr. Mauro Antônio Rizzardi

A seleção de plantas daninhas resistentes aos herbicidas é um processo natural, e ocorre, entre outras razões pela repetição  do uso de uma mesma estratégia de controle. OU SEJA:

O manejo integrado de plantas daninhas tem como base a adoção integrada de práticas preventivas, culturais, mecânicas e químicas no manejo de plantas daninhas.
Por meio delas é que o Agricultor conseguirá criar um ambiente de diversidade na sua área, o que dificultará e atrasará a seleção de plantas daninhas resistentes  aos herbicidas, além de diminuir o surgimento de espécies tolerantes.
    A partir de agora você poderá ter acesso a algumas destas práticas de manejo: 

1.  Adote sistemas de ROTAÇÃO DE CULTURAS: a sua adoção permitirá a quebra da associação das culturas com as plantas daninhas, além de criar um ambiente de diversidade.


2. Utilize PLANTAS DE COBERTURA isoladas ou consorciadas com a cultura: as plantas de cobertura protegem o solo e diminuem o fluxo de emergência de plantas daninhas pelos efeitos físicos e alelopáticos que proporcionam. 

  
      Milheto                            Crotalária


Consórcio de milho com Braquiária (Urochloa ruziziensis) 

3. Identifique, quantifique e controle precocemente a PLANTA DANINHAS: as plantas daninhas são mais sensíveis aos herbicidas nos estádios iniciais de desenvolvimento. A aplicação de qualquer prática de controle é mais eficaz quanto mais jovem for a planta daninha.


                                             Controle  facilitado

4. Evite  a DISPERSÃO DE SEMENTES das plantas daninhas
DISPERSÃ0 NA ÁREA - as sementes produzidas no entorno da lavoura serão levadas pelo vento para dentro da área de cultivo:

 
DISPERSÃO ENTRE ÁREAS – as sementes de plantas daninhas poderão ser dispersas quando os equipamentos não forem limpos, ou mesmo quando as sementes das culturas forem de procedência desconhecida ou com a presença de propágulos de plantas daninhas. 

   

Dispersão de sementes por equipamento


Use sementes de procedência conhecida e livre de propágulos de plantas daninhas 


5. Alterne PRÁTICAS DE MANEJO da cultura:     
Sempre que possível:
- realize a semeadura da cultura em diferentes épocas ao longo dos anos na mesma área;
- alterne cultivares com diferentes ciclos e hábitos de crescimento;
- evite falhas na distribuição de sementes no momento da semeadura. Lembre-se que, essas falhas criarão espaços para que espécies oportunistas se instalem;
- use sementes de qualidade, com elevada emergência e vigor;
- realize a semeadura da cultura na população e espaçamentos entrefileiras  recomendados para cada cultivar. Lembre-se que elevadas populações e reduzidos espaçamentos são importantes aliados no controle de plantas daninhas.

6. Avalie a INFESTAÇÃO RESIDUAL de plantas daninhas após a colheita e, se necessário, controle-as:

 

Infestação de Capim-pé-de-galinha em soja a ser colhida 

 
Infestação de Buva após a colheita de trigo 

 
Infestação de  Amargoso após a colheita da soja 


7. Evite que a planta daninha PRODUZA SEMENTES: Um das características das plantas daninhas é a grande quantidade de sementes que  produzem. 

 
Figura – Número de sementes de picão-preto (Bidens subalternans) a partir de UMA PLANTA.


8. Adote a rotação e associação de herbicidas com DIFERENTES MECANISMOS DE AÇÃO:

 

 
9. Use  herbicidas PRÉ-EMERGENTES: o seu uso evita a matocompetição inicial; auxilia na eliminação  de espécies daninhas de difícil controle e amplia as alternativas de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. 

   
Com pré-emergente                                Sem pré-emergente


10.Implante culturas com diferentes tolerâncias aos herbicidas (“TRANSGENIAS DIFERENTES”): a adoção  dessa prática facilita o planejamento de uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação.

 

LEMBRE-SE:

“O controle de plantas daninhas se faz INCLUSIVE e NÃO EXCLUSIVAMENTE COM HERBICIDAS”.
(Prof. Dr. Mauro Antônio Rizzardi)

Galeria de fotos

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco