Upherb logo

Pesquisa

Biblioteca

Plantas Daninhas Poáceas: um novo desafio

A adoção de cultivares de soja RR (Roundup- Ready) provocou mudanças drásticas nas práticas de manejo de plantas daninhas.

No âmbito do controle químico,houve o abandono dos herbicidas residuais e o uso quase que exclusivo do glifosato (dessecação e controle empós-emergência) e, quanto ao manejo, ocorreu redução expressiva da área com rotação de culturas e com uso de coberturas de solo, resultando em menor aporte de palha ao solo. Em conjunto essas mudanças nas práticas de manejo e de controle, resultaram na maior dependência do controle químico das plantas daninhas.

Se destacam em lavouras de sequeiro as espécies anuais Lolium multiflorum (azevém), Digitaria horizontalis(milhã), Eleusine indica (capim pé de galinha) e capim arroz(Echinochloa spp.), e as perenes Chloris spp. (capim canivete;capim branco), Andropogon bicornis (capim rabo de burro) e Digitaria insularis (capim amargoso). As espécies perenes, além das sementes, se propagam por estruturas vegetativas (rizomas), dificultando seu controle.

CONTATO

Entre em contato conosco

O UP-Herb – Academia das plantas daninhas disponibilizará:

  • Palestras técnicas presenciais ou online
  • Webinars
  • Cursos de curta duração
  • Treinamentos e consultoria in loco